Como fica o relacionamento após a imigração?

03/06/2019 Cintia Romano

Certa vez, uma amiga minha que é psicóloga e que também mora no exterior, me disse a seguinte frase: “casamento de imigrantes no exterior é assim: ou une de vez ou degringola de vez”.

Fiquei pensando sobre isso por muito tempo, achei meio exagerado. Mas hoje, após 2 anos fora do Brasil e 2 mudanças de país, só posso concordar plenamente com o que ela disse.

Se no Brasil temos rede de apoio (família, amigos) que podem nos ajudar, no exterior temos apenas o casal pra dar conta de tudo. E esse tudo inclui: recomeçar uma vida do zero, mobiliar uma casa de novo, usar as economias, aprender uma nova língua, lidar com burocracias e problemas que surgem, acolher os medos e angústias dos filhos e os nossos, trabalhar (e aqui incluo o trabalho remunerado e o doméstico – sem empregada), nunca mais ter um cinema a dois… a lista é longa.

Então, se o casal não estiver MUITO conectado e com o mesmo propósito, sinto dizer que não vai dar certo, pois são tantas provações que passamos que precisamos ficar juntos e unidos. E se não estivermos na mesma sintonia, o relacionamento irá se perder.

Fala-se muito em planejamento para a mudança, mas coloquem mais esse item aí na lista: “você está disposto a ser um parceiro de verdade nessa jornada?”

Felizmente aqui o saldo é muito positivo, acho que nosso relacionamento ficou mais firme e maduro após as mudanças todas, afinal, somos nós por nós mesmos.


(pra quem gosta de música, ouça (e leia toda a letra de) “O mundo anda tão complicado, da Legião Urbana. É exatamente isso o que a gente pratica no dia-a-dia. Vou colocar lá nos stories.
.
“Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação
De quem deixou a segurança de seu mundo
Por amor”

No Comments

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

E-Book Grátis!

Quem somos

Quem somos

Olá! Eu sou a Cintia. Eu e minha família atualmente moramos na região de Lisboa, Portugal, mas já moramos em Berlim, Alemanha, antes de mudarmos para cá. Aqui falarei sobre o nosso dia-a-dia, literatura infantil, passeios, viagens com crianças, burocracias, como foi nossa mudança do Brasil para a Alemanha e da Alemanha para Portugal (ufa!), as dificuldades iniciais, adaptação, cidadania italiana e muito mais! Leia Mais

SIga-nos!

Categorias

ültimos Posts

×